5 razões para procurar um nutricionista.

Ter um nutricionista vai muito além de dietas!

Muitas pessoas desconhecem os motivos e os benefícios de se ter um Nutricionista. 

Acreditam que seguir dietas de revistas, amigos ou internet é suficiente para ter uma boa alimentação e qualidade de vida.
No entanto, estão super enganados.

Ter um nutricionista vai muito além de dietas! ]
Ele é um profissional completo que poderá te acompanhar e recomendar alimentos e atividades de acordo com seu perfil.

Veja abaixo as 5 razões para procurar um nutricionista:

1 – Imunidade: 

Sempre que falamos de imunidade, logo associamos à doença, e mais importante do que tratar a mesma, é saber evitar. A nutrição nos permite trabalhar com a prevenção, através de uma investigação completa dos hábitos alimentares do paciente, rotina/estilo de vida e genética e através destes dados, orientar qual a melhor estratégia para manter um corpo saudável, evitando deficiência de vitaminas e minerais fundamentais para imunidade, assim como melhorar a absorção destes e de outros nutrientes tão importantes quanto. 

Quando pensamos em absorção, pensamos em intestino, e uma flor intestinal alterada (mais conhecida como disbiose intestinal: maior presença e proliferação de bactérias patogênicas do que boas em nosso intestino), cria um cenário perfeito para baixar a imunidade, além de ser causa base de uma série de doenças que vão desde uma resistência à insulina/diabetes até câncer. Um nutricionista atualizado está capacitado para fazer manipulações e alterações desta microflora intestinal, através de mudanças no comportamento nutricional do paciente e muitas vezes, do uso de probióticos.

 2 – Melhorar Metabolismo:

 É muito comum vermos pessoas com dificuldade de perder peso, por conta de um metabolismo “lento”, muitas vezes judiado pelo excesso de medicamentos emagrecedores ou dietas malucas que não levam em consideração a individualidade biológica de cada um.
O inverso também acontece, pessoas com metabolismo acelerado demais tem facilidade de perder peso, e muitas vezes, de perder massa magra (músculos), o que não é interessante. 
 
Um nutricionista atualizado pode pedir exames que irão investigar uma possível causa para essa alteração de metabolismo (problemas de hiper ou hipotireoidismo, níveis de cortisol/vitamina D/testosterona alterados), além de fazer uma investigação completa de hábitos diários (disposição, rendimento escolar/profissional, qualidade de sono) e realizar manipulações necessárias e oscilações nas quantidades e horários de carboidrato que favorecerão à normalização deste metabolismo.

3 – Tríade: dieta x treino x hormônios: 

Sempre que pensamos em saúde e estética, temos que levar em consideração a Tríade Dieta x Treino x Hormônios.
Se algum deles estiver em desequilíbrio, dificilmente o resultado será alcançado. Um nutricionista esportivo por exemplo, sabe interpretar o tipo de atividade física que o paciente faz e adequar a dieta à este estímulo, de forma que ambos se complementem, além de interpretar exames laboratoriais e identificar uma possível alteração hormonal (testosterona baixa, anticoncepcional inadequado, hipotireoidismo, resistência à insulina/diabetes) e até mesmo, encaminhar para um Endocrinologista, quando apenas as mudanças no estilo de vida e alimentação não são suficientes, se fazendo necessário o uso de algum medicamento ou reposição hormonal. 

4 – Saber fazer escolhas: 

Com a oferta fácil de alimentos processados e a crescente falta de tempo em que vivemos, muitas vezes ficamos à mercê do que se encontra nas gôndolas dos supermercados ou em lanchonetes e padarias espalhadas pela cidade. 
Neste caso, torna-se fundamental saber fazer escolhas, e isso vai desde da interpretação de um rótulo/tabela nutricional a substituições de alimentos pobres em nutrientes por alimentos mais saudáveis.

O exagero e o consumo diário de alimentos ricos em açúcar, corantes, conservantes, agrotóxicos, pesticidas, herbicidas, glúten, gordura hidrogenada, lactose, aspartame e sódio podem levar a uma alteração na microflora intestinal, induzir a uma resistência à insulina/diabetes que levará a uma obesidade, hipertensão e aterosclerose que levará a um problema cardíaco, cenários de intolerâncias e até alergias mais graves que poderão levar a desconfortos gastrointestinais e até sangramento nas fezes e no pior dos cenários, câncer. Muitas destas substâncias são cancerígenas, e torna-se fundamental saber quem são, onde estão e como podemos desfrutar delas esporadicamente, sem que isso prejudique nossa saúde. 

O papel do Nutricionista não é apenas entregar uma dieta, e sim educar seu paciente para que aprenda a fazer escolhas conscientes. Só assim a dieta deixará de ser dieta e passar a ser estilo de vida.

5 – Individualidade biológica: 

Não existem duas pessoas iguais no Mundo, certo? 
Nem os gêmeos são de fato idênticos, quando se trata de personalidade e preferências.
Portanto, um bom profissional deve sempre levar em consideração a Individualidade Biológica, e não só biológica, como também psicológica. Pessoas são diferentes, possuem metabolismos diferentes, metas diferentes, vontades e preferências diferentes, paladares diferentes e devem, portanto, ter planos alimentares e estratégias nutricionais diferentes. Isso mostra por si só o porque que essas dietas da mídia não resolvem o problema na humanidade. 
Um nutricionista atento saberá investigar a rotina de vida do paciente, o que é viável ou não em termos de comida/suplementação, irá levar em consideração as aversões alimentares e saber negociar as preferências imprescindíveis na dieta (o chocolate ou o vinho/queijo de vez em quando), para que consiga dosar o quão restritiva será ou não essa dieta, pois depende do objetivo do paciente e do foco e disciplina que ele esta disposto a ter.

Autor: Gabriela Arbor
Fonte: http://www.lesmills.fit/5-razoes-para-procurar-um-nutricionista/